top of page

Bernardo Guedes questiona serviço de iluminação pública de Leopoldina

O contrato assinado no dia 5 de agosto de 2021 com validade de 12 meses pelo valor de R$ 204.923,04 podendo ser prorrogado, o que de fato houve recentemente.


O vereador Bernardo Guedes utilizou seu momento de fala na sessão da Câmara Municipal do dia 15 de agosto para trazer ao debate um serviço que vem sendo muito criticado pelos munícipes: a iluminação pública. Seu discurso foi prontamente defendido por outros vereadores que confirmaram também o recebimento de muitas reclamações.


Conforme a resolução número 414/2010, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a partir de janeiro de 2015, os serviços de iluminação pública foram transferidos das concessionárias de energia para os municípios. Com a decisão, a Prefeitura de Leopoldina contratou a Quark Engenharia Ltda através da Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Pomba.


Com o fim do contrato, a Prefeitura Municipal de Leopoldina promoveu um pregão eletrônico, do qual saiu vencedora a Déliton Soluções Elétricas Ltda da cidade de Maravilhas-MG. O contrato assinado no dia 5 de agosto de 2021 com validade de 12 meses pelo valor de R$ 204.923,04 podendo ser prorrogado, o que de fato houve recentemente.


Em sua fala, Bernardo afirma não entender o motivo da renovação por mais 12 meses do contrato de prestação do serviço que hoje é unanimidade quanto a sua péssima qualidade. Destaca também que o problema não se resume a um bairro ou outro, vem acontecendo por todos os lados, inclusive no centro da cidade.


"Eu sempre deixo claro que a prefeitura vem fazendo um bom serviço em diversas áreas, principalmente em zeladoria. Como agente público eleito para representar o leopoldinense, quando eu vejo algo errado e não me posiciono, estaria cometendo uma omissão", aponta o vereador.

Comments


bottom of page