top of page

Secretaria de Estado da Saúde reforça importância da prevenção do câncer de mama e do útero

Mulheres devem procurar a unidade básica de saúde mais próxima para buscar informações e agendar exames de prevenção


O mês de outubro chegou e trouxe um lembrete importante: o cuidado e a prevenção contra o câncer de mama e de colo de útero. A campanha Outubro Rosa, da Secretaria de Estado de Minas Gerais (SES-MG), teve início nesta quarta (4/10), e segue até o dia 13/10, em todo o estado, com o objetivo de disseminar informações, enfatizar a necessidade de um atendimento e acompanhamento médico especializado e incentivar a realização do exame de mamografia e do exame preventivo (Papanicolaou), imprescindíveis para a detecção do câncer. Afinal, o diagnóstico precoce aumenta em cerca de 90% a chance de cura.


Para a subsecretária de Redes de Atenção à Saúde da SES-MG, Camila Moreira de Castro, as ações que envolvem o câncer de mama e de colo do útero são prioritárias no estado. “A SES-MG atua durante todo o ano, em diversas frentes para promover a saúde integral da mulher, tanto na política de média complexidade quanto nos centros estaduais de atenção especializada presentes. Estamos falando não só de promoção, prevenção e diagnóstico, mas também de alimentação saudável e cuidados na rotina diária e a porta de entrada para esses atendimentos é sempre a Unidade Básica de Saúde”, explica.


Em 2022, o câncer de mama foi a doença que causou o maior número de mortes entre as mulheres mineiras, com um total de 1.793 óbitos. De acordo com a estimativa feita pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca), neste ano são esperados 7.670 novos casos de câncer de mama em pessoas do sexo feminino, em Minas Gerais, com a taxa bruta de 69,80 casos novos por 100 mil mulheres. Já o câncer de colo do útero é a terceira causa de morte por câncer em mulheres no Brasil. São esperados, segundo estimativa do Inca, 1.670 casos novos em 2023, com a taxa bruta de 15,17 casos por 100 mil mulheres mineiras.


Atualmente, o SUS oferece exames diagnósticos e o tratamento para o câncer de mama e de colo do útero de forma gratuita. A Unidade Básica de Saúde (UBS) acolhe e orienta a paciente de acordo com o caso. Dados extraídos do Sistema de Informações de Câncer (Siscan), em junho de 2023, apontam que entre os anos de 2019 e 2023, 1.650.407 mulheres realizaram o exame de mamografia em Minas Gerais. Em 2022, foram feitos 423.333 exames e, de janeiro a junho de 2023, foram 176.966.

Commentaires


bottom of page