top of page

Pregão para manutenção da BR-267 é adiado para abril

Nova licitação é para trecho de 107 quilômetros, entre Juiz de Fora e Leopoldina, que vai do km 7,6 ao km 115,1

nova licitação para conservação e recuperação do trecho da BR-267 entre Juiz de Fora e Leopoldina foi adiada para o dia 10 de abril. O edital do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) havia marcado o pregão para às 14h do último dia 22. A assessoria do órgão informou a nova data sem explicar o motivo do adiamento. A concorrência está agendada para as 10h no portal de compras públicas.


A contratação de empresa especializada para execução dos serviços necessários de manutenção rodoviária é relacionada ao segmento que vai do km 7,6 ao km 115,1, sob jurisdição do Dnit de Juiz de Fora, no âmbito do Plano Anual de Trabalho e Orçamento (Pato).


A nova data limite para esclarecimentos é 8 de abril. O critério de julgamento da licitação será menor preço, e a estimativa de custos para a conservação durante dois anos é em torno de 73.549.436,60. Atualmente, esse trecho da rodovia encontra-se atendido por contrato de conservação com término previsto para 1º de junho deste ano.


“O segmento não possui boas condições de trafegabilidade, principalmente no segmento de Bicas a Juiz de Fora, onde o revestimento betuminoso apresenta elevado grau de desgaste e término da vida útil, permitindo a constante ocorrência de buracos na pista de rolamento, e, sem a execução contínua de serviços de manutenção, existe a possibilidade de deterioração do corpo estradal e da perda da qualidade de rolamento da pista e da segurança dos usuários”, destaca o edital.


O Dnit argumenta que a nova contratação de empresa para conservação e recuperação do trecho da BR-267 entre Juiz de Fora e Leopoldina visa a garantir as boas condições de trafegabilidade, segurança e conforto aos usuários.


Fonte: Tribuna de Minas

Comments


bottom of page