top of page

Polícia Civil indicia professora por estupro de vulnerável na Zona da Mata


A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu a investigação e indiciou por estupro de vulnerável uma professora de equitação, de 37 anos, que teria abusado de uma aluna, de 13 anos, em Rio Novo, na Zona da Mata.


A mulher foi presa preventivamente no último dia 4 de setembro, e as investigações da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher em Juiz de Fora apontaram que os abusos aconteciam na casa da investigada e no haras, em Rio Novo, onde as aulas aconteciam.


Em agosto, a PCMG cumpriu mandado de busca e apreensão na residência da investigada e apreendeu um aparelho celular. A perícia constatou diversas mensagens de cunho sexual da professora para a aluna.


A ação foi coordenada pela delegada Carolina Magalhães com o apoio da equipe de policiais civis da Delegacia Regional em Barbacen


Comments


bottom of page