top of page

Pedido de afastamento do prefeito é protocolado na Câmara


O presidente da Câmara de Vereador Waldair Costa recebeu na tarde desta sexta-feira, 15 de maio, um pedido de abertura de Processo Administrativo Disciplinar pelos leopoldinenses, os advogados Osmar Carvalho de Assis, Victor Assis Silva e Edson Pereira Resende Júnior.


Para os denunciantes, o prefeito José Roberto de Oliveira é suspeito de praticar infração político-administrativo grave na compra das 20 mil máscaras no valor de R$ 380.000,00 (Trezentos e oitenta mil reais) da empresa MB Atacadista e Serviços da cidade de Varginha.


No dia 22 de abril, a Prefeitura adquiriu, através de uma dispensa de licitação nº 22/20, a compra de 20 mil máscaras tipo N95 da empresa MB Atacadista e Serviços ME – Monique Aline Carvalho Bueno no valor de R$ 380.000,00 (Trezentos e oitenta mil reais).


Na denúncia, os requerentes informam ainda que a cidade possui duas empresas, a MEDSUPLY e a GNMED que, em momento algum foram consultadas e elas poderiam estar fornecendo as máscaras com a possibilidade de preços menores.


Ainda conforme a denúncia, em matéria publicada pelo site Zona da Mata, o prefeito utilizou de orçamentos vencidos para comprovar a aquisição vantajosa do produto.


O presidente da Câmara Waldair Costa deverá consultar o plenário na próxima reunião da Câmara para o recebimento ou não da denúncia.


Foto: Josue Oliveira - Leopoldina News


Comentários


bottom of page