top of page

Operação desarticula um dos maiores grupos criminosos da Zona da Mata


A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), por meio do Grupo de Combate às Organizações Criminosas (GCOC), em parceria com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), coordenado pelo Ministério Público, desarticulou uma das maiores organizações criminosas especializada em tráfico de drogas, tráfico de armas, homicídios e lavagem de dinheiro na região da Zona da Mata mineira.


A operação foi deflagrada na cidade de Petrópolis (RJ) e resultou na prisão de um dos maiores criminosos da Zona da Mata e outros dois comparsas, sendo um de ascendência colombiana.


O chefe da organização criminosa possui extenso histórico criminal, incluindo crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico de drogas, homicídio, porte e posse irregular de arma de fogo, ameaça, desobediência e desacato. Havia contra ele dois mandados de prisão em aberto expedidos pela Justiça mineira.


Na ação policial, os policiais encerraram as atividades de um laboratório de refino e desdobramento de cocaína. Foram apreendidos diversos itens para o preparo da droga, tais como balança, prensa, agentes químicos, considerável quantidade de substância entorpecente, uma arma de fogo calibre 38 e um veículo. Atuava como químico responsável pela produção da droga um colombiano, contratado pelos traficantes mineiros, responsáveis pela distribuição em larga escala de cocaína para várias cidades da região.


A operação contou com a participação de policiais civis de Belo Horizonte, Juiz de Fora e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), e equipes da Gaeco de Belo Horizonte, Juiz de Fora e Rio de Janeiro.


Fonte: Polícia Civil de Minas Gerais

Комментарии


bottom of page