top of page

Exames de daltonismo agora é obrigatório na rede pública municipal

O projeto de Lei foi apresentado pelo vereador Didi da Elétrica


O prefeito José Roberto de Oliveira sancionou a Lei nº 4.485 de 01 de outubro de 2019 onde obriga a realização de exames para detectar Daltonismo nas crianças da rede pública municipal.

Segundo a Lei, os exames serão realizados nos novos alunos matriculados e será feita segunda avaliação nos alunos onde o primeiro teste foi constatado algum desvio no resultado.

Ao justificar sua iniciativa, Didi da Elétrica – PV, acrescentou que, ao apresentar a lei, o Executivo poderia criar mecanismos para que os casos em que for detectado algum problema sejam encaminhados para atendimento especializado dentro da rede municipal de saúde.

Ele explicou que o teste “Ishihara” consiste na apresentação de alguns cartões coloridos ao indivíduo. Eles possuem vários círculos com cores ligeiramente diferentes e alguns números no centro dos círculos que apenas a pessoa com visão normal consegue ver.

Segundo o Instituto Nacional do Olho, existem cerca de 180 milhões de daltônicos em todo o mundo. O daltonismo é um distúrbio visual em que a pessoa não consegue reconhecer determinadas cores, mas os portadores dessa dificuldade somente descobrem que possuem algum grau de daltonismo na idade adulta, principalmente quando pretendem tirar a habilitação para dirigir. Em crianças, o problema é geralmente identificado na idade em que elas começam a aprender as cores.

Por fim, Valdilúcio Malaquias ressaltou a importância de que o teste “Ishihara” seja aplicado nas crianças da rede municipal de ensino, visto que o daltonismo não tem cura e a pessoa precisará aprender a conviver com essa deficiência visual por toda sua vida.



bottom of page