top of page

Estado distribui vacinas e amplia imunização

Doses de CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer permitem aumentar público prioritário como gestantes, mães que acabaram de dar à luz e pessoa com comorbidades



A maior operação de vacinação da história de Minas Gerais avança com a distribuição da 16ª remessa de imunizantes para as 28 Unidades Regionais de Saúde (URSs) nesta quarta-feira (5/5). São 30.400 doses da CoronaVac (destinadas à aplicação da 2ª dose) e 676.250 doses da AstraZeneca, total de 706.650, que serão destinadas a idosos entre 60 e 64 anos e Forças de Segurança e Salvamento.


odas as etapas de logística do transporte contam com o apoio das Forças de Segurança e Salvamento, disponibilizando aeronaves do Batalhão de Operações Aéreas (BOA), do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), e efetivo terrestre da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) e da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) para escolta dos insumos.


Vacina da Pfizer


Na segunda-feira (3/5), Minas Gerais recebeu o 1º lote de vacinas da Pfizer/Biontech, enviadas pelo Ministério da Saúde. As 50.310 doses deste imunizante chegaram no Aeroporto de Confins, foram encaminhadas para inspeção na Rede de Frio do Estado e seguiram para acondicionamento especial, conforme orientação do Plano Nacional de Imunização (PNI): em torno de -70 graus, para garantir durabilidade de até seis meses.

As 50.310 doses da Pfizer darão início à imunização de indivíduos com comorbidades como diabetes, doença renal crônica, obesidade mórbida, arritmia cardíaca, síndrome de down, grávidas, mulheres que deram à luz há até 45 dias, entre outras.




Kommentare


bottom of page