top of page

Escolas cívico-militares da rede estadual de Minas Gerais serão mantidas em gestão compartilhada

Medida foi anunciada pelo Governo de Minas nesta quinta-feira (13/7)


O Governo de Minas anunciou, nesta quinta-feira (13/7), que dará continuidade ao modelo de escolas cívico-militares em Minas Gerais, nas unidades escolares da rede estadual que atualmente fazem parte do Programa Nacional de Escolas Cívicos-Militares (Pecim), do Governo Federal. Segundo anúncio feito pelo governador Romeu Zema, as escolas cívico-militares do estado serão mantidas em gestão compartilhada entre Secretaria de Estado de Educação (SEE-MG) e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG). “A tradição, a disciplina e o prestígio de uma das instituições mais respeitadas do mundo agora se unem ao trabalho de ensino dos mineiros. Aqui a educação é sempre prioridade”, afirmou o governador.


O Governo de Minas aderiu ao Pecim em 2020, e conta atualmente com a participação de nove escolas, sendo que uma em fase de implantação. Juntas, elas atendem a cerca de 6 mil estudantes. De acordo com a SEE-MG, o modelo cívico-militar tem se mostrado positivo: a taxa de aprovação nessas escolas aumentou desde que o programa foi implementado, ficando acima de 80%.

bottom of page