top of page

Delegado e investigadores estão entre os presos em operação que pode ter movimentado 1 bilhão

Grupo seria responsável, principalmente, por fornecimento e abastecimento de entorpecentes para traficantes da Zona da Mata mineira. Ação, chamada de 'Transformers', ocorreu na manhã desta quinta-feira (20).


Um delegado e 6 investigadores da Polícia Civil estão entre os presos da Operação "Transformers", realizada na manhã desta quinta-feira (20) em Juiz de Fora e região. A ação, desencadeada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), juntamente com as polícias, cumpriu 250 mandados judiciais e teve o objetivo de desmantelar uma organização criminosa investigada por tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, corrupção, roubo, receptação e adulteração veicular.


Segundo a Polícia Civil, os servidores foram encaminhados para a Casa de Custódia, em Belo Horizonte. Os nomes deles não foram informados. "A PCMG esclarece que, além do processo criminal, os servidores responderão a procedimentos administrativos disciplinares na Corregedoria", explicou a corporação em nota.


Ao todo, foram 26 presos, 61 mandados de busca e apreensão, 148 mandados de sequestro de veículos, 10 mandados de sequestro e indisponibilidade de imóveis, apreensão e indisponibilidade financeira de R$ 55 milhões.


De acordo com o MPMG, o grupo seria responsável, principalmente, por fornecimento e abastecimento de entorpecentes para traficantes da Zona da Mata mineira. Informações obtidas por meio de ordem judicial indicam que eles podem ter movimentado quase R$ 1 bilhão nos últimos 5 anos.


Com informações G1 Zona da Mata

Comentários


bottom of page