top of page

Damata Bebidas caminha a passos largos para autossustentabilidade energética


Você sabe o que é ESG? É uma sigla em inglês que representa a Sustentabilidade Ambiental, Social e de Governança Corporativa (Environmental, Social and Governance). Esse conjunto de práticas tem ganhado cada vez mais espaço dentro do mundo corporativo. É uma estratégia economicamente sólida e perfeitamente autossustentável que deve ser planejada e incorporada em todas as ações da empresa até ano de 2026.


Em Leopoldina, sede da empresa, a Damata Bebidas já se encontra totalmente adaptada a este modelo. Desde 2020, a empresa vem investindo em fontes de energia alternativas, renováveis, limpas e sustentáveis. A energia fotovoltaica obtém a energia solar como seu pilar central. Quanto maior for a incidência de radiação solar sobre as placas, maior será a quantidade de energia produzida. Sua produção é altamente eficiente e, por isso, é a terceira fonte de energia renovável mais importante, a nível mundial, em termos de capacidade instalada, ficando atrás apenas da hidráulica e eólica.


É produzida sem provocar impactos negativos ao meio ambiente, a exemplo da diminuição de emissão de gases responsáveis pelo efeito estufa. A primeira Usina Fotovoltaica da empresa foi instalada na Matriz, situada à BR 116, km 765, no bairro Fortaleza, em maio de 2020. Desde então, foram produzidos 500 mil kWh, gerando créditos de carbono equivalentes a 65 toneladas de CO², ou ainda a preservação de mais de 150 mil árvores até o momento. Já a segunda Usina Fotovoltaica foi instalada no Centro Administrativo Comercial (CAC) da empresa em fevereiro de 2022, já tendo produzido 38.900 kWh ou 5 toneladas de CO² evitadas e a preservação de 10.000 árvores. Na jusante foram evitadas 70 toneladas de CO² e a preservação de 130 mil árvores na sede do nosso município de Leopoldina (MG), sede da empresa.


Segundo o diretor Ricardo Calil, “toda cadeia produtiva da empresa se beneficia; a começar pela população do nosso município pois são gerados menos CO² na atmosfera, neste caso menos 70 toneladas de CO² neste período, sentem-se pertencidos no projeto nossos colaboradores, ganha a empresa que produz energia limpa e mais barata; nossos clientes e consumidores pois consumem produtos que preservam o meio ambiente em todos os sentidos, inclusive através de suas embalagens retornáveis de cervejas e refrigerantes. Sem contar, que ao final do projeto, os benefícios serão ainda mais ampliados pois será zerado o nível de ruídos no processo produtivo gerando conforto para todos colaboradores e para população e clientes de modo geral com emissão zero de poluição sonora. ”


Hoje, a empresa utiliza 100% do seu consumo de energia elétrica através das suas usinas. E, em breve, passará adquirir veículos totalmente elétricos para serem utilizados na distribuição de mercadorias, o que contribui para o meio ambiente, pois essa frota têm 0% de emissões diretas de C0², menor poluição sonora e maior eficiência energética. Já se encontra também em fase de negociação a substituição das empilhadeiras para elétricas e caminhões para serem utilizadas na entrega e armazenagem de seus produtos.


A autossustentabilidade do projeto no curso natural da empresa planeja que seu consumo de energia de fontes naturais esteja concluído até o fim do ano de 2026. Neste planejamento, a empresa tem se inserido nos mais modernos conceitos de consumo de fontes energéticas, adaptando-se a passos largos para contribuir pioneiramente para zerar o consumo de carbono no município e nas demais cidades atendidas pela distribuidora.


>> Foto Ilustrativa

Comentários


bottom of page