top of page

CPI que vai analisar gastos públicos durante a pandemia em Muriaé define plano de trabalho

Além disso, a comissão alterou os membros nesta quarta-feira (19); término para o fim dos trabalhos é de 120 dias e pode ser prorrogado. Veja como vai funcionar.


A Câmara de Muriaé divulgou nesta quarta-feira (19) que definiu o plano de trabalho da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai analisar os gastos públicos e serviços prestados no enfrentamento à Covid-19 no município.



Também nesta quarta-feira, o Legislativo informou que definiu novos membros da CPI. Veja abaixo como vai funcionar e como será formado o grupo.

Plano de trabalho


De acordo com a Casa, serão requisitados documentos às secretarias Municipal e Estadual de Saúde, Desenvolvimento Social e de Finanças; Comitê Gestor Covid-19 Municipal e Estadual; conselhos Municipal e Estadual de Saúde e hospitais da cidade para serem analisados.


Também serão ouvidos, de forma pré-definida e informada posteriormente, diretores das instituições de saúde, das secretarias de governo mencionadas, membros do Comitê Gestor e chefes do Executivo.


Ao final, será feito um relatório e, caso constatada alguma irregularidade, o documento será encaminhado ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

Mudança nos membros


A Câmara também informou que teve mudanças nos membros da comissão. O vereador Wellington Forim Francisco de Assis Silva (Solidariedade) passou a exercer o cargo de relator e vai substituir a vereadora Miriam Facchini (PP). A alteração ocorreu por causa da proporcionalidade dos partidos. Confira abaixo a formação.


Presidente:

Celso Ricardo de Oliveira (PSD);

Suplente: Anderson Oliveira da Silva (PSD).

Relator:

Wellington Forim Francisco de Assis Silva (Solidariedade);

Suplente: Delson Lúcio Amaro de Andrade (Solidariedade).


Membros:

Valdinei Lacerda da Silva (PSD);

Suplente: Vanderlei Luiz Lopes (PSD);

Gerson Varella Ferreira Neto (PSL);

Suplente: Rangel Martino de Oliveira Paiva (PSB);

Miriam Facchini Barbosa (PP);

Suplente: Devail Gomes Correa (PP).



bottom of page