top of page

“Convoca Geral” reúne lideranças jovens da Diocese de Leopoldina


Lideranças e representantes de grupos de jovens de toda a Diocese de Leopoldina estiveram reunidos neste domingo, 1º de maio de 2022, na Comunidade São Cristóvão, pertencente à Paróquia São Benedito, em Leopoldina (MG), para a segunda edição do “Convoca Geral”.

Segundo o padre Wanderson Paulo Pereira da Silva, assessor diocesano do Setor da Juventude, os jovens participaram de momentos de reflexões e espiritualidade durante todo o dia. O sacerdote destacou que o objetivo do encontro foi o de conhecer o momento que cada grupo vivencia. Para isso, promoveu um debate que apontou propostas de trabalhos para a retomada das atividades da juventude da diocese.


Padre Wanderson disse estar feliz com o retorno presencial, dando continuidade ao caminho da evangelização. Citou Santa Catarina de Sena, que disse: “Jovens, se fores aquilo que Deus quer, colocareis fogo no mundo.”, para refletir o quão é importante a missão do jovem neste mundo, para iluminar e fazer arder os corações de tantos outros que estão afastados da Igreja.


O Convoca Geral II contou com a participação do bispo diocesano, dom Edson Oriolo, que refletiu sobre a metodologia do ver-julgar-agir, criada pelo cardeal belga Joseph Cardijn e aplicada pela primeira vez em 1961, na encíclica da Mater et Magistra, do Papa João XXIII. Desde então, o método é utilizado em diversas frentes de trabalhos de evangelização.


O bispo de Leopoldina demonstrou preocupação quanto aos impulsos e motivações para o “agir”, trazendo a metodologia de Cardijn à luz da realidade da juventude nos tempos atuais, muito suscetível a grandes corporações que utilizam dos algoritmos para influenciar o comportamento humano.


Considerou que a Igreja neste processo tem que incentivar a busca pelo Evangelho. “É a Palavra de Deus que tem que nos questionar, interpelar e orientar para o agir. Somos evangelizadores e temos que colocar o Evangelho dentro dessa ação”.


Dom Edson disse ainda que os jovens são importantes no processo de buscar aqueles que estão afastados, descobrindo meios para que as pessoas possam encantar com a Igreja. “Temos algo muito importante para louvar, reverenciar e servir ao Nosso Deus”, comentou.


O psicólogo Wilian Cortes, de Muriaé (MG), é coordenador da Pastoral da Crisma da Paróquia Nossa Senhora Aparecida. Durante o evento ele teve a oportunidade de alertar sobre questões envolvendo a ansiedade, depressão e transtornos de um modo geral. Comentou sobre a importância das lideranças buscar os jovens na sociedade, abraçando, escutando e expandindo o reino de Deus.


Destacou a fala do bispo como um olhar renovado da Igreja, voltada para a missionariedade e união diocesana. “Dom Edson destacou a importância de estarmos juntos como família. Isso é muito importante, pois ele caminha conosco. Por onde o pastor anda está o seu rebanho. Somos desse rebanho gigante chamado Diocese de Leopoldina. Que possamos fortalecer nossa caminhada junto ao bispo, pois sua fala nos ajuda e aponta para o Reino de Deus”, elogiou.


A Irmã Mayara Romeiro Valentin, da Congregação das Irmãs de Santa Marcelina integra o Setor da Juventude da Diocese de Leopoldina. Ela destacou a importância do encontro como forma dos jovens fazerem a diferença em toda a diocese.




Além disso, apresentou algumas considerações sobre a Exortação Apostólica Pós-Sinodal “Christus Vivit”, escrita em resposta à décima quinta Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, que abordou o tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.


Para Eduardo Pereira Coelho, coordenador do Grupo JUV de Guidoval (MG), a pandemia trouxe muitas dificuldades e o encontro presencial marca um recomeço na busca pelos jovens que estão dispersados. Ele agradeceu a Diocese de Leopoldina pela oportunidade de colaborar com esse momento, enfatizando que o “Convoca Geral” ajuda a fortalecer a fé e convivência com outros jovens.


Rafaela Almeida Flores integra a coordenação do Setor da Juventude da Diocese de Leopoldina e disse estar muito feliz pelo sim de muitos nessa missão. “É uma alegria poder voltar com nossos encontros presenciais, de fazer parte da Diocese de Leopoldina, deste setor da juventude, onde pude fazer amigos e participar ativamente na ajuda mútua dos grupos, trocando experiências importantes para a nossa caminhada”, comentou.


Fonte: Diocese de Leopoldina

bottom of page