top of page

Entenda o que aconteceu com avião que decolou de Muriaé e fez pouso forçado no sul do estado

Uma aeronave com cinco tripulantes, que decolou de Muriaé, precisou fazer um pouso forçado nesta terça-feira (26) em uma lavoura de Café em Carmo da Cachoeira, no sul do Estado. De acordo com a imprensa local, nenhum dos tripulantes se feriu. O destino era Atibaia-SP. O piloto era um aluno da Escola de Aviação instalada em Muriaé. Ele estava realizando uma navegação de treinamento.


O modelo do avião é um PA-28 180 Cherokee, ano 1971. Ainda não sabe ao certo o que houve, mas a princípio foi uma perda de potência onde foi necessário procurar o melhor lugar para realizar o pouso, visto que não havia possibilidades de ir para o aeródromo de alternativa ou voltar para Muriaé. O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) irá apurar o real motivo do acidente.


Em contato com a escola de aviação em Muriaé, a informação repassada é que o deslocamento estava sendo realizado como voo de instrução e que o piloto realizou todos os procedimentos que foi treinado para fazer, salvando a sua vida e a dos tripulantes.


De acordo com os Regulamentos Brasileiros da Aviação Civil, o aluno que esteja em fase de navegação no curso de piloto comercial pode levar passageiros a bordo, desde que haja uma lista desses passageiros, conhecido na aviação como “Manifesto”. Dos cinco passageiros, um era uma criança de colo, com poucos meses.


O Cenipa já foi acionado para iniciar as investigações e a escola de aviação está cooperando com todas as informações.


Fonte: Rádio Muriaé

bottom of page