top of page

Bicas: Polícia Civil indicia oito por homicídio, tráfico e corrupção de menores


A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu, nesta semana, o inquérito que apurou a morte de um rapaz, de 18 anos, em março deste ano, no município de Bicas, Zona da Mata mineira. Ao todo, dez pessoas foram investigadas no procedimento, sendo oito suspeitos indiciados por crimes de associação para o tráfico, corrupção de menores e homicídio qualificado, além de dois adolescentes.


Segundo apurado, a vítima possuía uma dívida de drogas de aproximadamente R$ 400 com uma associação criminosa, que, supostamente, recebeu ordens de outro suspeito, que se encontrava preso, para executar o jovem. Após a conclusão das investigações, seis prisões preventivas foram decretadas, das quais quatro já foram cumpridas e dois investigados estão foragidos.


A ação foi desencadeada pela 9ª Delegacia de Polícia Civil em Bicas, unidade que integra a 1ª Delegacia Regional em Juiz de Fora, pertencente ao 4º Departamento da PCMG.

O CRIME


As investigações iniciaram-se após o corpo do rapaz de 18 anos ser encontrado com diversas perfurações por disparos de arma de fogo, em um pasto, próximo ao bairro em que ele morava. Conforme apurado, os suspeitos teriam vindo da cidade de Ubá para fixar residência no município de Bicas, com o objetivo de dominar o tráfico de drogas no bairro Campo Leopoldina.


Ainda de acordo com o trabalho investigativo, a vítima seria usuária de drogas e estaria devendo aos criminosos, os quais teriam armado uma emboscada para matá-la. Os suspeitos tentaram queimar o corpo do jovem, no entanto começou a chover, o que impossibilitou o plano.

bottom of page