top of page

Agora é lei! Selo de reconhecimento para empresas que estimulam a doação de sangue

Rodrigo Pimentel explicou que a criação do selo visa incentivar empresas a adotarem campanhas para doação de sangue junto aos seus funcionários.


Com o objetivo de reconhecer as empresas que desenvolvem políticas permanentes com seus funcionários visando à doação de sangue e de medula óssea, a Câmara Municipal aprovou a criação do Selo Empresa Solidária com a Vida no âmbito do Município de Leopoldina.


De autoria do vereador Rodrigo Pimentel (PV), o Projeto de Lei nº 89/2021 foi aprovado por unanimidade na reunião ordinária realizada no dia 16 de novembro de 2021. Segundo o autor, serão contempladas com o selo as empresas que desenvolvem programas de esclarecimento e incentivo junto aos seus funcionários para a doação de sangue, medula óssea, órgãos e tecidos humanos.


A lei considera empresa solidária com a vida a pessoa jurídica que adote política interna permanente com seus funcionários, a fim de informá-los, conscientizá-los e estimulá-los à doação voluntária e regular de sangue e ao cadastramento para a doação de medula óssea. A empresa que aderir ao programa poderá utilizar o selo em suas peças publicitárias.


Rodrigo Pimentel explicou que os bancos de sangue constantemente encontram-se com seus estoques em baixa, o que gera uma situação apreensiva em relação àqueles milhares de brasileiros que necessitam de transfusão, bem como de medula óssea, como condição de sobrevivência. Ele acredita que a implantação desse programa no município resultará na ampliação dos estoques de sangue nos bancos sanguíneos.


O prefeito Pedro Augusto Junqueira Ferraz sancionou no dia 25 de outubro – Dia Nacional do doador de Sangue esta importante lei aprovada por unanimidade na Câmara de Vereadores.


* Com informações da Câmara de Vereadores

Kommentare


bottom of page