top of page

Acidentes domésticos com crianças: toda atenção é fundamental durante as férias

Com as férias escolares e as crianças menores por mais tempo em casa, uma atenção especial é demandada aos pais, responsáveis e cuidadores, já que acidentes domésticos podem acontecer em pequenos momentos de distração.


A previsão é de que o verão tenha temperaturas acima da média, como já vem acontecendo, tornando piscinas e brincadeiras com água ainda mais atrativas, o que também requer cautela.


No ambiente da piscina, além da observação constante dos adultos, os equipamentos de segurança também têm um papel importante. Segundo Daniela, é preciso que as boias sejam adequadas para cada idade.


É importante destacar que as crianças não se afogam somente com grandes quantidades de água: um balde com 5 centímetros de água já é o suficiente para um acidente grave acontecer.


CORPOS ESTRANHOS


Uma das ocorrências mais frequentes dentro de casa é a que envolve “corpos estranhos”, que se referem a qualquer objeto ou substância ingeridos ou colocados pela criança nas narinas ou nos ouvidos.Moedas, peças menores de brinquedos e tampas de garrafas são alguns exemplos que costumam levar os pequenos aos serviços de emergência.


No Natal, brinquedos infantis que precisam de pilhas e baterias para funcionarem estão em várias listas de presentes. Porém, esses são objetos comuns de serem engolidos e, por isso, é preciso muito cuidado.


Já os grãos, como castanhas, milho de pipoca, feijão cru e amendoim oferecem um risco maior se aspirados, ou seja, se entrarem nas vias aéreas. Nas festas de Natal, são comuns de serem servidos e é preciso cuidado.


Quando ocorre a aspiração, o corpo estranho obstrui a entrada e a saída do ar causando asfixia. Se ele vai para o pulmão, a gravidade é ainda maior, porque pode causar inflamações e até pneumonia.


INTOXICAÇÃO


Quando se tem crianças em casa, também é preciso ter cuidados básicos com produtos químicos. O principal é manter os materiais de limpeza guardados no alto dos armários e trancados.


Bebidas alcoólicas também não devem ser negligenciadas pelos pais e responsáveis, principalmente no período de festas.


QUEDAS


Durante as férias escolares, a permanência maior das crianças dentro de casa muitas vezes leva a brincadeiras que acabam mal, como em quedas graves.


Qualquer queda que seja o dobro da altura da criança já é considerada uma grande altura para os profissionais: escadas e móveis como cama, sofá e mesa são potenciais para um acidente com os pequenos. Mas, para a profissional, o maior perigo em casa são as quedas de janelas.


QUEIMADURAS


A maioria dos acidentes que envolvem queimaduras ocorre em casa e 40% das vítimas são crianças de até 11 anos.


É fundamental que os pais ou responsáveis estejam sempre atentos para evitar acidentes. Se a queimadura é profunda e alcança 10% do corpo da criança, ela corre sério risco.

Cozinhar, passar roupas, dar banho em recém-nascido e, eventualmente, acender churrasqueira, para citar apenas alguns exemplos, pode representar perigo quando não são observados cuidados simples e imprescindíveis.


Algumas dicas para evitar acidentes em casa:


• Cobrir tomadas com proteção adequada;

• Proteger pilhas e baterias de objetos com fita para evitar que sejam engolidas;

• Não deixar objetos pequenos, cortantes e perfurantes, ao alcance de crianças;

• Não deixar produtos químicos, medicamentos, inflamáveis ao alcance de crianças;

• Nunca deixar crianças pequenas sozinhas no banho ou quaisquer recipientes com água (o afogamento pode ocorrer em segundos!);

• Instalar grades de pelo menos 1,20 metro nas bordas das piscinas;

• Ter supervisão exclusiva de adultos em ambientes de piscina (não pode dividir a atenção com celulares, livros, etc);

• Usar boias aquáticas específicas para o tamanho da criança quando os pequenos forem nadar.

Comments


bottom of page